quinta-feira, 22 de abril de 2010

Ácido láctico e Jazz

Apoiou o pé direito na barra, com o joelho apontado para o teto, e forçou o tronco para frente, sentindo a virilha estremecer.
Colocou o pé de volta no chão e repetiu o exercício com a outra perna.
Tomou um gole de água e respirou fundo.
Em seguida começou sua série de pliés.

Ao acordar no sábado sentiu suas pernas pesarem.
Ah, aquela dor.
Todo aquele ácido láctico escorrendo por seus músculos...
Um dos pequenos deleites da vida que lhe faziam bem.

Natália Albertini.

Nenhum comentário: